Radiofrequência Facial

A radiofrequência é uma tecnologia não-invasiva, com eficácia comprovada para flacidez, celulite, estrias, rugas entre outros tratamentos. O aparelho eleva a temperatura da pele e do músculo para aproximadamente 41ºC, e isto acelera e contrai o colágeno existente, estimulando a produção de mais fibras de colágeno, resultando em mais sustentação e firmeza à pele.

Contra indicações

  1. Qualquer doença de pele na área tratada;
  2. Coagulopatias, sangramento excessivo ou hematomas;
  3.  Doenças da tireoide descontrolada;
  4. Tumores malignos ativos ou recentes;
  5. Histórico de trombose profunda e uso de medicamentos como anticoagulantes e corticoides de modo contínuo;
  6. Uso de isotretinoína nos últimos seis meses;
  7. Qualquer histórico de doenças estimuladas pelo calor, como a herpes, no local a ser tratado;
  8. Desordem endócrina, como diabetes e HIV;
  9. Uso de marca-passo, desfibrilador, ou qualquer implante eletrônico;
  10. Método anticoncepcional DIU;
  11. Regiões com implantes sintéticos, sobre tatuagens ou maquiagem definitiva.

Resultados

Os resultados são progressivos e podem ser observados a partir da terceira sessão. Vários fatores podem influenciar nos resultados, como: idade, local de aplicação, grau de flacidez, número de sessões e manutenção dos resultados obtidos.

Frequência: quinzenal (1x)

Duração: 15min por área tratada

Nº mínimo de Sessões: 10 sessões

Cuidados após a radiofrequência

  1. A pele poderá ficar com leve vermelhidão e inchaço suave a médio. Pode ainda haver urticária – caracterizada por vergões vermelhos e salientes na superfície da pele que geralmente provocam coceira – e marcas arroxeadas na pele;
  2. Todos esses efeitos colaterais são transitórios;
  3. Usar protetor solar na área tratada;
  4. O uso de cosméticos está liberado após 2 horas do procedimento.