Corrente Russa

A corrente russa é um estímulo elétrico usado para produzir uma contração muscular no local em que ele é aplicado. Com isso, pode haver melhora no tônus muscular e na flacidez da pele, além de estimular a circulação sanguínea e linfática e a oxigenação celular. Esteticamente pode ser usada para promover maior tonicidade muscular facial e corporal, melhora da celulite e a modelagem corporal. Pode ser usada também para a recuperação do tônus muscular pós-parto e pós emagrecimento, além de pré e pós-lipoaspiração.

Indicações

  1. Facilitação Neuromuscular
  2. Fortalecimento Muscular
  3. Combater contraturas e tecidos moles
  4.  Controlar a Espasticidade

Contra Indicações

  1. Gravidez
  2. Pressão alta ou baixa
  3. Processos infecciosos, inflamatórios e febre
  4. Neoplasia
  5. Doenças renais crônicas
  6. Patologias pulmonares (como enfisema)
  7. Tumores na pele ou doenças de pele extensas
  8. Doenças reumatológicas
  9. Varizaes e fragilidade de vasinhos
  10. Pacientes Cardíacos
  11. Equipamentos de monitoração (marca-passo)
  12. Dispositivo Eletrônico Implantado
  13. Pacientes senis e epiléticos
  14. Não Aplicar em Dores Não Diagnosticadas
  15. Quando o paciente estiver sendo monitorado por monitor cardíaco ou qualquer outro tipo de monitoração eletrônica

Resultados

A eletroestimulação pode recrutar 40% a mais das fibras musculares do que no exercício comum. Sendo assim, ela é capaz de remodelar o corpo, diminuindo a flacidez, aumentando o tônus muscular e trazendo melhora para a celulite de forma rápida e eficaz. Para ajudar no tratamento e como manutenção:

Atividade física regular: a corrente russa cria uma força logo será perdida, se o músculo não for utilizado depois em um exercício.

Alimentação equilibrada:  moderar o consumo de frituras, açúcar, carboidratos simples e gorduras saturadas.

Frequência: semanal (até 3x)

Duração: 30 min/sessão

Nº de Sessões: 10 a 20 sessões